Flacidez

Tonificação de glúteos (Pump Up)
8 de setembro de 2015
Estrias
10 de junho de 2015
Mostrar todos

A flacidez da pele decorre de múltiplos fatores. Podem ser citados: a ausência ou insuficiência de atividade física (sedentarismo), dieta inadequada, ganho de peso, emagrecimento rápido, gravidez, distúrbios hormonais, tabagismo e predisposição genética, entre outros que levam aos diversos graus de flacidez.

 Com o passar dos anos as fibras elásticas e colágenas têm sua produção reduzida e começa a ocorrer um processo de desestruturação das mesmas. Diante disso, quanto mais precocemente for iniciado o tratamento, melhor.

 A flacidez corporal pode ser dividida em 2 tipos: a muscular, que é profunda, e a dérmica que é superficial. Podem ocorrer isoladamente ou associadas.

 A flacidez muscular tem como principal causa o sedentarismo, falta de exercício físico e alimentação inadequada. A redução da massa muscular é provocada por dietas desequilibradas, levando à flacidez. Quando a pessoa volta a ganhar peso, é o tecido gorduroso que aumenta de volume. As vitimas da flacidez muscular são o bumbum, as coxas, os braços, no músculo do tchauzinho e o abdômen, especialmente nos flancos, também conhecidos como pneus laterais.

 A flacidez dérmica superficial resulta da diminuição da produção de colágeno e elastina ou da desestruturação das fibras da pele, que levam a uma perda da elasticidade. Os grandes causadores são o sol e o emagrecimento exagerado. A flacidez dérmica atinge o corpo todo, inclusive a face e o pescoço. Por causa de dietas muito restritivas, excesso de sol e falta de exercícios físicos, muitas mulheres sofrem com os dois tipos de flacidez.

O tratamento da flacidez engloba medidas terapêuticas e medidas complementares. As medidas terapêuticas visam aumentar as fibras colágenas na flacidez dérmica e tonificar a musculatura na flacidez muscular. Alguns tratamentos podem ser recomendados como por exemplo a musculação, corrente-russa (Phydias®), radiofrequência, mesoterapia, carboxiterapia e massagens. As medidas complementares englobam dieta adequada, exercícios físicos e controle de peso. Uma excelente avaliação médica individualizada irá indicar os melhores tratamentos disponíveis para cada caso.

Agende sua avaliação.

*Textos e imagens meramente informativos e ilustrativos